Percentual de vacas inseminadas chega a somente 12%

Na pecuária nacional, de um total de 90 milhões de matrizes somente 12% são inseminadas. Esse quadro vem da “insistência de se permanecer nos métodos tradicionais de manejo reprodutivo, com uma visão ainda muito conservadora e limitada”, afirma Sérgio Saud, presidente da Asbia - Associação Brasileira de Inseminação Artificial. Além desse fator, muitas propriedades distribuídas no país apresentam infraestrutura precária, sem currais nem piquetes próprios para inseminação artificial.

Inseminação Artificial em Tempo Fixo


Na inseminação artificial em tempo fixo, o ciclo e a ovulação das vacas é controlado com medicamentos. “De forma geral, a inseminação tenta agir sobre dois aspectos: aproveitar ao máximo os cios da matriz e fazer com que as crias alcancem maior potencial produtivo, graças ao uso de sêmen de reprodutores melhoradores, a um custo relativamente baixo”, completa Luis Fonseca Matos, professor do Curso CPT a Distância e Online Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo.

Baixos custos da IATF


Segundo Jorge Duarte, gerente distrital da empresa Alta Genetics, embora a inseminação artificial apresente baixos custos, quando comparada ao uso de touros em monta natural, ela ainda é uma técnica de elite. Entretanto, espera-se que ela cresça nos próximos anos, devido à veiculação da IATF - inseminação artificial em tempo fixo, empregada em 85% dos bovinos em cruzamento industrial.

Raça Angus e suas sintéticas


Nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil, no cruzamento industrial entre gado zebuíno e britânico, predomina a raça Angus e suas sintéticas. Elas correspondem a mais da metade do rebanho de corte do país ainda que os touros das raças hereford e Braford apresentem potencial reprodutivo semelhante. De acordo com Valter José Pötter, diretor da Estância Guatambu, a raça Angus tem dominado o mercado, devido a investimentos em marketing e certificações.

Bovinos Hereford e Braford


Ednei Souza de Mello, pecuarista em Palmas (PR), acredita na rápida disseminação dos bovinos Hereford e Braford. Afinal eles apresentam boa precocidade, fertilidade e adaptabilidade assim como os bovinos Angus. O objetivo do pecuarista é investir no cruzamento industrial entre vacas Nelore e touros Hereford. Segundo ele, no primeiro semestre de 2019, serão inseminadas 1,2 mil matrizes, com sêmen de touro melhorado geneticamente, para garantir aos consumidores produto com alto padrão de qualidade.

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Gado de Corte.

Leia o artigo "Aspiração Folicular para FIV em Bovinos".

Fonte: gauchazh.clicrbs.com.br

Por Andréa Oliveira.

Mais Notícias Relacionadas

Febre aftosa: vacina nova no mercado

Depois de 22 anos, o Ministério da Agricultura concede novo registro para produção de vacina para combate à febre aftosa no Brasil. O registro para a vacina Aftogen Óleo foi obtido pela Biogénesis-Bagó, empresa especializada em soluções sanitárias e reprodutivas para bovinos, ovinos, caprinos e eqüinos, que completa dez...

Leilões da Conab movimentam 364 mil toneladas de alimentos

A Conab realiza, nesta semana, quatro grandes leilões de compra, venda e apoio à comercialização de alimentos. Entre os produtos negociados estarão o arroz, milho, contratos de opção e prêmios de risco (Prop), totalizando a movimentação de 364 mil toneladas de cereais. As operações são destinadas à...

CPT Cursos Presenciais lança curso na área de Irrigação

O Curso de “Irrigação: conceitos básicos e aplicações” é voltado para todos os profissionais que possuem relação com a agricultura irrigada. Com uma carga horária de 20 horas, serão tratados assuntos como a importância da irrigação, tipos de sistemas de irrigação,...