Sistemas de cria de bezerros

 

Os sistemas de produção têm-se tornado cada vez mais automatizados, em função do aumento dos rebanhos e da menor disponibilidade de mão de obra.



O sistema tradicional de criação é aquele em que o animal permanece com a mãe até que ocorra a desmama natural. Geralmente, esse sistema é utilizado em rebanhos de pouca especialização e baixa expectativa de produção.



Em sistemas mais intensificados e mais especializados, é comum o confinamento das bezerras em abrigos coletivos ou individuais. Os abrigos individuais vêm sendo muito utilizados pelas criações de melhor padrão técnico e de produtividade elevada, dentre suas vantagens, estão a proteção do animal contra o tempo e a facilidade para limpeza.



A criação em grupo permite aos animais participar de interações sociais naturais, porém, quando não há controle sanitário, pode ocorrer aumento na incidência de algumas doenças.



Ao se avaliar a mudança da criação individual para a criação em grupo de bezerros leiteiros, foi encontrada menor taxa de mortalidade e menor frequência de uso de antibióticos nos bezerros criados com manejo racional.



Outra vantagem é o maior espaço físico disponível para o animal, quando comparado a bezerros criados individualizados, o que também promoverá a expressão de comportamentos naturais.



Gostou dessa matéria? Quer saber mais sobre os cursos CPT? Assista ao vídeo abaixo: 

  

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite

Por Anna Luiza Mariquito

Mais Artigos Relacionados

Desempenho animal x manejo da pastagem

A medição do desempenho dos animais na engorda será feito por meio do monitoramento do ganho médio diário de peso e pelo ganho por animal por ano. Esse monitoramento será feito por meio de pesagens periódicas, programadas de forma estratégica.

Critérios para escolha do sistema de aleitamento bovino

As formas de fornecimento de leite para as bezerras podem ser classificadas em: aleitamento natural e aleitamento artificial.

Desmame e desaleitamento de bezerros

As maiores vantagens da desmama ou do desaleitamento precoce são as reduções no custo da alimentação, da mão de obra e da diminuição de distúrbios gastrointestinais.