Alimentar o gado com milho ou vender o grão? Qual a melhor opção?

“O milho é uma alternativa nutritiva e econômica de alimento volumoso para o gado, com alto valor energético e proteico, especialmente se o produtor rural adotar o sistema de Integração Lavoura-Pecuária”, destaca Augusto Luis Ruegger Almeida Neves, engenheiro agrônomo e professor do Curso CPT a Distância e Online Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal.

Fornecer milho ao rebanho pode ser mais vantajoso que vender o grão. Em Mato Grosso, produtores, que implantaram o sistema ILP, têm alcançado alta rentabilidade nos negócios. São 700 hectares de milho, cultivados em consórcio com 4200 cabeças de gado. Após a colheita, o cereal é processado finamente em máquina. Em seguida, ele recebe sal mineral e ureia para servir de alimento ao gado confinado. São fabricados oito mil quilos de ração diariamente.

Entretanto, a prática deve ser continuamente reavaliada. Nesse ano, por exemplo, ela tem sido vantajosa, pois o valor do milho está em baixa por fatores mercadológicos. Para não pagarem fretes elevados, os produtores decidiram fazer ração com o milho produzido em suas propriedades. É importante ressaltar que comprar ração geralmente apresenta altos custos, destaca Pedro Muffato Neto, administrador de fazenda.

Se for para escolher entre vender o milho ou usá-lo como alimento para o rebanho, vence a segunda opção. Mesmo porque o lucro do produtor pode aumentar 20% (ou mais). Além disso, ele não precisa investir em logística para comercializar o cereal. Por outro lado, é indispensável proceder ao manejo adequado do gado em confinamento, para alcançar resultados cada vez melhores.

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Pastagens e Alimentação Animal.

Fonte: canalrural.uol.com.br

Por Andréa Oliveira.

Mais Artigos Relacionados

Acabamento da carcaça em bovinos

Na pecuária de corte, durante o abate, avalia-se a gordura distribuída na carcaça do bovino para proceder à sua tipificação. O objetivo principal é alcançar maior aproveitamento, padronização e uniformidade das carcaças do lote. Quando a musculatura dos bovinos é bem desenvolvida e com bom acabamento de gordura, significa que eles produzirão carne de qualidade.

Gado de corte: tipos de confinamento e cerca ideal

No confinamento de gado de corte, os bovinos são separados em lotes e distribuídos em piquetes ou currais de terminação. Geralmente, essa prática pecuária é adotada no período de estiagem, momento em que o pasto perde a qualidade nutricional. Os sistemas mais comuns são o confinamento em galpão fechado, o confinamento a céu aberto e o confinamento parcialmente coberto.

Ganho de peso de bovinos de corte em confinamento

Os bovinos de corte em confinamento devem ser sadios, com bom desenvolvimento corporal e elevado potencial de ganho de peso. O ganho de peso dos bovinos de corte apresenta particularidades conforme a raça. Enquanto algumas raças apresentam mais massa muscular; outras apresentam maior volume de gordura.