Pecuaristas investem em inseminação artificial por suas inúmeras vantagens

A Inseminação Artificial em Tempo Fixo é uma tecnologia desenvolvida para melhorar o desempenho do rebanho. Como a técnica apresenta inúmeras vantagens, os pecuaristas têm investido cada vez mais na IATF. É importante destacar que muitos produtores encontram dificuldades para identificar problemas reprodutivos no rebanho, inclusive os comportamentais.

Algumas vezes, por exemplo, as fêmeas dominantes não se deixam montar ou impedem a monta de outras fêmeas. Em outros casos, os rufiões não apresentam libido necessária para realizarem várias montas. Sem falar que o tempo de monta pode ser curto, o que impede a atenta observação do período de cio da fêmea.

“A inseminação artificial traz maior praticidade ao manejo e gera benefícios para o rebanho, como a concentração dos nascimentos para o final da seca e a menor perda por doenças (verminoses e diarreia). Sem falar no ótimo retorno financeiro para o pecuarista”, afirma Luis Fonseca Matos, professor do Curso CPT a Distância e Online Inseminação Artificial em Bovinos - Convencional e em Tempo Fixo.

Outras vantagens da Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF):


->Aumenta o número de bezerros gerados da inseminação artificial feita com sêmen de touros melhorados;
->Padroniza os lotes de bezerros e melhora o preço comercial do rebanho;
->Melhora o controle zootécnico (descarte de bovídeos improdutivos);
->Induz a ciclicidade dos bovinos em anestro;
->Reduz o número de touros para repasse.

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Gado de Leite.

Leia o artigo "Aspiração Folicular para FIV em Bovinos".

Fonte: cpt.com.br

Por Andréa Oliveira.

Mais Artigos Relacionados

Alimentar o gado com milho ou vender o grão? Qual a melhor opção?

Fornecer milho ao rebanho pode ser mais vantajoso que vender o grão. Entretanto, a prática deve ser continuamente reavaliada. Nesse ano, por exemplo, ela tem sido vantajosa, pois o valor do milho está em baixa por fatores mercadológicos. Para não pagarem fretes elevados, os produtores decidiram fazer ração com o milho produzido em suas propriedades.

Dicas para alimentar o rebanho bovino na seca

As pastagens são a base da alimentação do rebanho bovino, pois fornecem fibra fundamental para o bom funcionamento do trato gastrintestinal dos animais. Além disso, elas são uma das opções nutritivas de menor custo para o pecuarista. As variações climáticas, como a seca e o inverno, impedem a produção de forragem em quantidade e qualidade adequadas.

Aspiração Folicular para FIV em Bovinos

A PIV (produção de embriões in vitro) é uma biotécnica que tem por objetivo acelerar a produção de animais geneticamente superiores. A PIV envolve as etapas de aspiração folicular (Ovum pick-up: OPU), maturação ovocitária in vitro (MIV), fertilização in vitro (FIV), o cultivo in vitro e, por fim a transferência dos embriões produzidos in vitro para as receptoras (inovulação). A...